Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > » Sítio Histórico
Início do conteúdo da página

Sítio Histórico da Fortaleza de São João

Publicado: Terça, 02 de Mai de 2017, 10h50 | Última atualização em Quarta, 19 de Fevereiro de 2020, 15h51 | Acessos: 14181

               A fundação da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro está intimamente ligada à Fortaleza de São João, formada pelos fortes-redutos de São Martinho, São Teodósio, São José e São Diogo. Nesse local, em 1565, o Capitão-Mor Estácio de Sá desembarcou com sua tropa numa praia entre o Pão de Açúcar e o morro Cara de Cão, para reintegrar a ocupação territorial de Portugal, levantando um fortim. Os portugueses perceberam que, para defender a terra, seria necessário criar uma povoação junto à Guarda de Defesa da Baía de Guanabara. Ampliada e reforçada através dos anos, recebeu oficialmente o nome de Fortaleza de São João (FSJ) em 24 de junho de 1618. A FSJ e as Baterias de São José e de São Teodósio foram edificadas sobre a península oeste da barra, totalmente inacessível através do seu costão externo e de acesso dificultado pelo escarpado do morro na parte posterior.

imagem sem descrição.

              Durante o Império, foi construído um conjunto de 17 casamatas de pedra lavrada, com 1.40m de espessura, encimado por parapeito de granito e complementado por um grande paiol em forma de abóbada. Na República, a Fortaleza de São João recebeu armamento moderno, mas as obras previstas não foram executadas.

              A FSJ foi guarnecida por Batalhões de Artilharia de Posição e Grupos de Artilharia de Costa até 1991, honrando a memória de Estácio de Sá e dos heróis combatentes que deram berço à Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Na Fortaleza de São João já funcionaram a Escola de Aplicação do Exército (1855), a Escola de Aprendizes Artilheiros (1880), o Centro de Instrução de Artilharia de Costa (1934), o 1º Distrito de Artilharia de Costa (1934), o Arsenal da Urca (1944), o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento (1970), a Companhia de Comando e Serviços e o NPOR do IME (1975), e a Bateria de Artilharia de Costa do CCFEx (1991).


AGENDAMENTO PARA VISITAÇÃO:

Horários disponíveis: Manhã: 09:00 hs – Tarde: 13:30 hs

► e-mail: sitiohistorico.fsj@gmail.com

► WhatsApp: (21) 9 7295-5891

registrado em:
Fim do conteúdo da página